3 dicas inteligentes para melhorar seu intelecto

Pessoas inteligentes parecem se dar melhor de várias formas ─ elas são capazes de analisar os seus desafios da vida e superá-los com vitória.

A inteligência engloba muitas habilidades mentais relacionadas, tais como a capacidade de raciocínio, planejamento, solução de problemas, pensamento abstrato, aprendizado de novas coisas, compreendimento das mesmas, retenção do que é necessário, e então o uso desse novo conhecimento como fundamento para solução do próximo problema.

A boa notícia é que, sua capacidade de pensar claramente, além do primeiro nível de consequências e solucionar problemas além do seu nível de inteligência pode ser desenvolvida ao longo do tempo. “A habilidade de pensar além dos problemas de segundo, terceiro e quarto nível ─ ou o que chamamos apenas de pensamento de segundo nível ─ é uma ferramenta poderosa que sobrecarrega seu pensamento” escreve Shane Parish.

Um estudo publicado em 2018 Improving Fluid Intelligence with Training on Working Memory, por Jaeggi, Buschkuehl, Jonides, e Perrig, provou que é possível aumentar sua inteligência significativamente treinando.

Independente do que você faça ou espere alcançar, sua necessidade por clareza mental nunca muda. Quanto mais nítido for seu pensamento, mais fácil será tomar decisões inteligentes e fazer julgamentos melhores. Qualquer pessoa pode melhorar suas habilidades cognitivas, não importa onde seja o seu ponto de partida.

Baixe grátis nosso eBook:9 dicas poderosas para melhorar seu intelecto

Confira 9 dicas realmente eficientes para melhorar o seu intelecto! Descubra como ser mais inteligente adquirindo os hábitos certos e fazendo simples mudanças no seu comportamento.

9 dicas poderosas para melhorar seu intelecto

Desafie crenças limitantes sobre o que você é capaz

Tudo que você conquista começa com uma crença. Uma crença é também um certo tipo de conhecimento que você possui ─ e isso pode ajudá-lo a melhorar seu intelecto ou também fazer você parar de crescer.

Se você concluiu que não é muito inteligente ou decidiu que é anti-social, essa crenças irão permanecer devido à um princípio da psicologia conhecido como “perseverança na crença” (belief perseverance).

Uma vez que você desenvolveu uma crença no seu íntimo e acredita em algo que é a verdade absoluta sobre você ─ você irá filtrar evidências para o oposto e prestar bastante atenção para qualquer evidência que reforce sua crença.

Crenças limitantes sobre como você ter uma suposta falta de inteligência irão permanecer na frente do caminho do seu crescimento até que você encontre a coragem para encará-las e corrigir os mindsets que elas criam.

Para melhorar sua inteligência ou seu mindset sobre a vida e viver isso, tire um tempo para considerar quais crenças podem estar limitando seu potencial para melhorar seu intelecto ─ talvez você seja mais inteligente do que pensa e mais capaz de se dar crédito por isso.

Como as suas crenças atuais sobre quem você é impactam no seu futuro e quais alternativas podem ajudar você a melhorar sua inteligência? Avance um ano, três, ou até mesmo cinco anos e pergunte a você mesmo, “se eu continuar respeitando essa crença, o que ela irá me custar?”. Se você duvidar da sua habilidade de alavancar sua carreira, você pode melhorar suas skills tornando seu crescimento pessoal sua responsabilidade.

Por meio de um processo de se perguntar sistematicamente a base factual de suas crenças limitantes, você pode identificá-las, desaprendê-las e aprender melhores princípios, valores, e processos de pensamento que podem te ajudar a crescer como pessoa.

Pessoas inteligentes não se acomodam

Albert Einstein uma vez disse: “Não se deve ir atrás de objetivos fáceis. É preciso buscar o que só pode ser alcançado por meio dos maiores esforços”.

Einstein não era neurocientista, mas ele sabia o que precisava ser feito para sua parte cognitiva funcionar no seu melhor. Em essência ─ o que não te mata te deixa mais inteligente.

Na vida, estamos ou melhorando ou piorando. A única maneira de manter um cérebro afiado e ativo é estar aberto a novos conhecimentos. Pessoas inteligentes mantém uma intrínseca motivação para melhorar seu conhecimento e habilidades.

Quando você se torna expert em uma habilidade particular, não pare por aí, se desafie além. Continue sempre se aprimorando, isso vai forçar seu cérebro a trabalhar mais ─ isso pode expandir sua inteligência como um todo.

O cérebro usa muita energia quando está aprendendo algo novo. Enquanto você está tentando aprender ou melhorar uma habilidade, você está desafiando seu cérebro a fazer conexões melhores e formar novos padrões. Mas uma vez que você se torna expert em uma habilidade, esse crescimento cognitivo diminui pois seu cérebro se torna mais eficiente.

“Você quer estar em um constante estado de leve desconforto, lutando para atingir o que quer que você esteja tentando fazer, como Einstein disse em sua frase. Isso mantém o cérebro sempre pronto e alerta, por assim dizer”, escreve Andrea Kuszewski da Scientific American.

Uma vez que seu cérebro percebe algo, e fica realmente bom nisso, ele não precisa mais trabalhar duro, então a energia cognitiva e a glicose vão para outros locais. Para aumentar sua inteligência, ou construir conexões melhores, você deve sempre buscar se aprimorar mais e colocar seu cérebro novamente no modo de aprendizado, permitindo o crescimento cognitivo.

Se exponha à vários pontos de vista, ideias e fontes de informação. Use seu tempo livre para ler um novo livro, ouvir podcasts ou audiolivros. Isso irá forçar seu cérebro a ficar focado, o que torna o processo de se tornar mais inteligente, mais fácil.

Você também pode melhorar seu intelecto praticando o que estudou. Ler constrói conhecimento, mas tomar ações com seu conhecimento constrói habilidades. Isso pode ser um clichê, mas sim, a experiência sempre foi o melhor professor, então não fique com medo de gastar seu tempo aprendendo, lançando projetos pessoais, criando, construindo, etc.

Produza mais do que você consome ─ comece a aprender fazendo. Comece escrevendo. Quando você lê, você absorve conhecimento. Quando você escreve, expande e aprimora seu aprendizado.

Sempre busque por inovação. Não é coincidência que gênios como Einstein era dotados de habilidades em várias áreas, ou polímata, como gostamos de nos referenciar a eles. Pessoas inteligentes estão constantemente buscando atividades inovadoras, aprendendo uma nova área do conhecimento, e sempre forçando a si mesmos.

“Quando você busca inovação, muitas coisas estão em jogo. Primeiro de tudo, você está criando novas conexões sinápticas com todas as novas atividades que se envolve. Essas conexões se constroem uma sobre a outra, aumentando sua atividade neural, criando mais conexões que dependerão de outras conexões ─ o aprendizado está se estabelecendo”, diz Kuszewski.

Construa ou melhore sua biblioteca mental

Leitura e alfabetização parecem estar ligadas à inteligência. Pesquisam mostram que leitura não apenas ajuda na inteligência fluida (habilidade de resolver problemas, entender coisas e detectar padrões que façam sentido), mas também com a compreensão na leitura e inteligência emocional.

Estudos descobriram que os benefícios da leitura se estendem além de uma passagem, parágrafo, ou tópico específico que faça sentido. Os autores de “What Reading Does for the Mind” (O que a leitura faz para a mente), escrevem “A leitura tem consequências cognitivas que se estendem além da tarefa imediata de entender o sentido de uma passagem em particular. Além disso, essas consequências são recíprocas e exponenciais na natureza. Acumuladas ao longo do tempo ─ em uma espiral para cima ou para baixo ─ elas carregam implicações profundas para o desenvolvimento de uma vasta gama de capacidades cognitivas”.

Pessoas que leem muito não apenas melhoram sua inteligência verbal, mas também aumentam as regiões do cérebro que não estão “ocupadas”.

Roberto Bolaño certa vez disse, “Ler é como pensar, como rezar, como falar com um amigo, como expressar suas ideias, como ouvir ideias de outras pessoas, como ouvir música, como observar a paisagem, como dar uma caminhada na praia”.

Quando está lendo, seu cérebro está ativo ─ crescendo, mudando e fazendo novas conexões e diferentes padrões, dependendo do tipo de material que você está lendo. De acordo com a pesquisa feita no Haskins Laboratories, a leitura, diferente da assistir ou ouvir mídias, dá ao seu cérebro mais tempo de parar, pensar, processar e imaginar a narrativa.

Leia livros que provocam o pensamento, e leia muito ─ leia uma variedade de livros de fora da sua área. O objetivo de ler livros desconfortáveis e assuntos é familiarizar você mesmo com uma íngreme curva de aprendizado que deixa seu cérebro ocupado.

Inteligência é o poder de adquirir e aplicar conhecimento e habilidades. É sobre pensamentos que cruzam domínios, capacidade de lógica, entendimento, auto consciência, aprendizado, conhecimento emocional, raciocínio, planejamento, criatividade, pensamento crítico e resolução de problemas de uma maneira melhor. Esse é o tipo de inteligência que tem valor na sua vida e carreira. Não roube de você mesmo a sua completa capacidade intelectual.


Publicado originalmente: 3 Smart Things You Can Do to Upgrade Your Intellect

Traduzido e adaptado por apetrecho.digital

Baixe grátis:9 dicas poderosas para melhorar seu intelectoConfira 9 dicas realmente eficientes para melhorar o seu intelecto! Descubra como ser mais inteligente adquirindo os hábitos certos e fazendo simples mudanças no seu comportamento.BAIXAR AGORA
Capa eBook
Continue aprendendo
7 desconfortáveis regras da vida que todos sabem, mas poucos seguem

Regras da vida são complicadas. Pessoas jogam com regras diferentes.

Comportamento
10 maus hábitos de pessoas sem sucesso

Conheça dez hábitos comuns às pessoas mal sucedidas.

Comportamento