3 hábitos para o pensamento de alto nível

O cérebro humano não foi feito para ficar no modo "focado" por horas. Ter atenção prolongada para uma única tarefa por muito tempo pode ser uma barreira para a performance.

Quando o seu cérebro fica ativo por um longo tempo, você está na verdade bloqueando seu acesso ao modo "difuso" — um estado mais relaxado.

De acordo com pesquisas, o cérebro para gradualmente de registrar visões, sons ou sentimentos se esse estímulo permanece constante por muito tempo — sua performance nas tarefas diminui.

"A estimulação constante é registrada pelo nosso cérebro como não importante, ao ponto que nosso cérebro a apaga da nossa consciência", diz o professor de psicologia da Universidade de Illinois Alejandro Lleras, que conduziu o novo estudo.

Uma rotina de produtividade ideal pode ajudar você a fazer o seu melhor trabalho, mesmo que você precise do modo "focado" para uma alta performance, você também precisa do modo "difuso" para atualizar o seu cérebro e ter um pensamento melhor e mais claro. O cérebro nunca tem uma pausa correta ou intencional. Para mudar isso, você precisa intencionalmente dar à ele essa pausa.

Resolva problemas melhor, impondo pausas a você mesmo

Existe uma razão para as pessoas terem as melhores ideias durante o banho, logo antes de dormir, ou quando estão correndo. Quando o seu cérebro está constantemente acelerando para fazer conexões, ele luta para entender a melhor solução possível. No modo relaxado, ele está menos ocupado e tem mais energia cerebral para focar em encontrar as melhores respostas para os seus problemas.

Albert Einstein não poderia ter dito melhor:

"Nós não podemos resolver problemas usando o mesmo tipo de pensamento que tínhamos quando criamos eles."

Quando lutamos para descobrir o que é melhor para nós mesmos, estamos algumas vezes no mesmo caminho congestionado e confuso do nosso cérebro. Esforço para resolver problemas envolvem muito poder cerebral. Uma melhor aproximação é dar um passo para longe do seu problema por um tempo — você irá voltar com uma mente muito mais limpa para resolver a tarefa de uma maneira nova e melhor.

"O espaço e o silêncio que a ociosidade nos dão, são condições necessárias para se afastar da vida e ver ela como um todo, para fazer conexões inesperadas e esperar pelo raio de sol de inspiração — isso é, paradoxalmente, necessário para ter qualquer trabalho feito," diz Tim Kreider no New York Times.

Uma pausa proposital é exatamente o que você precisa se está constantemente demandando mais do seu cérebro. Todos podem usar mais do "espaço em branco" durante a semana para ser mais criativo e fazer um trabalho melhor.

Siga sua felicidade para criar novos caminhos

Quando você conta com os caminhos existentes no seu cérebro por um longo período de tempo, dificilmente você irá explorar outros. O cérebro humano é capaz de mudar durante a vida.

Quando você se empenha em outras atividades fora da sua rotina "normal", seu cérebro faz uma pausa da sua "estrutura" original para encontrar novos caminhos, que darão uma pausa aos caminhos antigos para se recuperarem e performarem melhor.

Fazer coisas que você gosta, mesmo que isso requeira algum foco — ler, anotar, cozinhar, escrever, aprender uma nova habilidade ou tecnologia, podem dar a pausa que seu cérebro precisa.

"Pense em quais atividades completam e energizam você," diz Pamela Rutledge, Pg.D., diretora do Media Psychology Research Center na California. "Crie tempo para aproveitar e experimentar as emoções positivas que vêm dessas atividades."

A boa notícia é, enquanto você está descobrindo novos caminhos, seu cérebro pode descansar e recalibrar. Você pode até experimentar um pico de criatividade quando você abraça a mudança que faz você se tornar mais vivo.

Crie uma janela de preocupação para reduzir a quantidade de tempo que você passa dentro da sua cabeça

Ao invés de gastar um tempo aleatório se estressando com tudo que diz respeito à sua vida e o que você tem que fazer, escolha pensar sobre os problemas da sua vida em horários específicos do dia — pode ser 20 minutos na manhã ou as horas que antecedem a noite.

Isso parece errado mas pode ajudar você a focar em coisas mais importantes durante o dia, sabendo que planejou tempo para suas preocupações e o que vai fazer com elas.

No "tempo da preocupação", você dá sua atenção máximo às suas preocupações, decide quais passos concretos tomar para resolver o que está sob seu controle, e quando o tempo acabar, não pense mais sobre elas quando está ativamente fazendo o que deve fazer.

Se você começar a se estressar em tempos diferentes do dia, lembre você mesmo que você tem tempo para se preocupar depois. Não deixe pensamentos que te preocupam "grudarem" na sua cabeça. Investir tempo para se preocupar "formalmente", pode fazer você reduzir a quantidade de tempo que gasta se preocupando durante o dia quando na verdade você deveria estar dando o melhor de si em alguma tarefa.

Resumindo, o humano é preocupado com trabalho a maior parte do tempo, mesmo que essa preocupação incessante não se resuma em alta performance. Seu cérebro requer uma pausa substancial para se manter ativo e produtivo o tempo todo. Planeje deliberar pausas na sua agenda para recuperar o pensamento de alto nível.


Publicado originalmente em: 3 Habits That Can Give Your Brain a Break to Restore High-Level Thinking

Traduzido e adaptado por apetrecho.digital

Baixe grátis:Organize & Estude melhorSem fórmulas prontas ou dicas rasas, descubra como criar um método de organização próprio e definitivo para melhorar seus estudos imediatamente.BAIXAR AGORA
Capa eBook
Continue aprendendo
Como ler melhor: 9 Estratégias para ser um bom leitor

Transforme a leitura em um hábito, aprenda a ler melhor e melhore sua compreensão dos textos lidos com essas 9 estratégias que preparamos para você.

Estudos
6 dicas infalíveis para ser um estudante organizado

Descubra como se tornar um estudante organizado com essas seis dicas infalíveis que preparamos para você!

Estudos