Mentalidade ativa vs Mentalidade passiva: como controlar seu destino

“Estou entediado”. Quando foi a última vez que você disse isso? Eu aposto que não faz muito tempo. Se você me der 4 minutos, eu vou explicar porque esse é um sinal de mentalidade ruim.

No passado, eu sempre procurei outras pessoas para conseguir respostas. Quando você é pequeno, seus professores da escola falam o que você deve fazer todos os dias. Esse é o sistema educacional das escolas primárias, ensino médio e faculdades.

Sempre é uma pessoa que diz a um grupo o que fazer. O que isso faz com as pessoas?

O sistema de ensino nos treinou para sermos passivos. Depois que saímos da escola, nada muda. Quando eu tive meu primeiro emprego, eu ouvia meu chefe sobre o que fazer.

Quando eu comecei o meu primeiro negócio com meu pai, eu procurava por ele para obter respostas.

Agora, você deve estar pensando que se trata de experiência. É a ideia mais óbvia, nós pensamos:

“Eu sou mais novo, eu recebo ordens. Quando eu for mais velho, eu darei ordens”.

Essa é a pior mentalidade que você pode ter, porque ela é passiva. Em vez disso, é muito mais benéfico para nossa carreira adotar uma mentalidade ativa.

Qual a diferença entre uma mentalidade passiva e uma ativa? E como nós formamos uma mentalidade ativa? Eu tenho um processo em três passos que usei para transformar minha própria mentalidade. Sinta-se livre para usar também.

Passo 1: reconhecer que uma mentalidade passiva é ruim

Quando eu falo sobre me sentir entediado, eu não estou falando sobre isso de uma forma boa. Às vezes as melhores ideias vêm quando nós estamos completamente relaxados. Isso é bom.

Para esse artigo, eu estou falando sobre quando você diz estar entediado do jeito “eu não tenho ideia do que fazer agora”.

Você reconhece esse sentimento? É uma sensação de falta de objetivo.

Agora, para registrar, ninguém sabe o que está fazendo. A diferença é que quando você está entediado com a vida, você não está tentando.

As pessoas que não tentam estão perdendo. Você sabe por quê? A vida é fascinante - mas você deve tentar experimentá-la.

Não existe nada legal sobre não ter sua vida arrumada. Você não pode passar por tudo sendo apenas um passageiro da vida.

Em algum momento você precisa tomar o controle e decidir para onde você vai em seguida. Essa é a diferença entre as pessoas que tem uma mentalidade ativa e as pessoas que tem uma mentalidade passiva.

O primeiro possui seu destino. O segundo deixa isso para os outros.

Passo 2: comprometa-se a estudar

O filósofo estoico Sêneca colocou isso muito bem em “Sobre a brevidade da vida”:

“Se você se dedicar aos estudos, evitará todo o tédio da vida, você não desejará a noite por estar cansado da luz do dia, você não será um fardo para si mesmo nem inútil para os outros, atrairá muitos para se tornarem seus amigos e as melhores pessoas se reunirão ao seu redor.”

É por isso que eu acredito que ter uma mentalidade ativa não tem relação com experiência. Eu conheço estagiários que são mais curiosos e fazem mais perguntas do que a maioria dos gerentes sênior.

Mas ter uma mentalidade ativa não tem nenhuma relação com idade ou experiência.

Por exemplo, um corretor de seguros nos seus 60 anos - com quem eu trabalho - é tão curioso quanto um estagiário. Ele é entusiasmado sobre todos os assuntos que você conversar com ele.

Outro dia, eu visitei uma gráfica com meu irmão. O dono, um empresário de terceira geração, assumiu o negócio do seu pai anos atrás. Ele nos deu um tour completo e nos mostrou antigas impressoras que eles usavam.

Meu irmão e eu estávamos genuinamente interessados. A impressora, desenvolvida por Johannes Gutenberg, foi a maior invenção para o progresso humano. Sem os livros, nós não estaríamos onde estamos hoje. Isso me fascina.

O dono disse “eu nunca conheci alguém que realmente me perguntasse como nós imprimimos nossos livros, revistas, panfletos, etc.”

Não são muitas pessoas que se comprometem com os estudos. É por isso que muitas pessoas estão sempre entediadas. Isso não deveria mais ser uma surpresa.

Passo 3: adicione valor

Se você aplicar o passo 2, adicionar valor se torna fácil. Quando você é curioso e faz perguntas, você aprende. E quando você aprende, você tem mais conhecimento e ideias.

Quando você tem ideias, você pode usá-las para melhorar sua vida, seu trabalho, seu negócio, etc. Essa é a lógica.

Mas isso não significa que você deve descaradamente dividir suas ideias e conselhos com outras pessoas. Sabe por quê?

Só porque você tem uma boa ideia ou conselho, não significa que você deve contar para outras pessoas. Elas podem se ofender rapidamente.

A razão é que conselhos podem ser confundidos com críticas.

Dale Carnegie escreveu exaustivamente sobre isso em “Como fazer amigos e influenciar pessoas”. Você deve ser sutil quando tenta aconselhar. Carnegie diz:

  1. Não critique, condene ou reclame
  2. Dê sua sincera e honesta apreciação
  3. Desperte na outra pessoa um desejo profundo - é muito melhor deixar as pessoas perceberem sozinhas alguma coisa ao invés de forçar isso nelas.

A mentalidade ativa é sobre ação

Às vezes, as pessoas me enviam e-mails falando que preciso mudar algo no meu blog. “Seus artigos são muito longos!”, alguém disse recentemente. Essa pessoa claramente nunca leu Carnegie.

Quando se trata de adotar uma mentalidade ativa, mais conhecimento não vai te ajudar - apenas a ação vai. Pessoas com uma mentalidade passiva pensam que isso é senso comum. Eles são rápidos em achar que sabem tudo.

Mas eu e você entendemos, não é sobre o que você sabe, é sobre o que você faz.

A coisa mais importante é se comprometer a aprender. Se você se mantém assertivo e tenta ajudar as pessoas (que querem ser ajudadas) na vida e nos negócios, você nunca estará entediado. E ainda, isso te ajuda a progredir sempre.

E progredir (não importa quanto) é a principal forma de manter a mentalidade ativa.


Artigo original: Active Mindset vs Passive Mindset: How To Control Your Destiny

Traduzido e adaptado por: Monica Mocellin

Baixe grátis:Organize & Estude melhorSem fórmulas prontas ou dicas rasas, descubra como criar um método de organização próprio e definitivo para melhorar seus estudos imediatamente.BAIXAR AGORA
Capa eBook
Continue aprendendo
Analfabetismo funcional: o grande problema educacional da sociedade brasileira

Você tem a certeza de que sabe interpretar um texto? Saiba que o analfabetismo funcional é um problema que atinge uma grande parte da população brasileira.

Aprendizagem
O que eu faço quando não consigo me concentrar

Como eliminar coisas da sua vida e aumentar os seus níveis de serotonina vão ajudar a aumentar seu foco.

Comportamento