Para fazer o seu melhor, use a regra dos 85%

Recentemente, enquanto escutava um podcast, ouvi uma anedota que transformou o modo como eu trabalhava.

Era um episódio de “The Tim Ferris Show”, e Hugh Jackman, um convidado, estava recontando uma história sobre um treinador de velocidade que era fascinado por Carl Lewis, a lendária estrela do atletismo que ganhou você medalhas de ouro Olímpicas.

O treinador não conseguia entender porque Lewis estava sempre em último ou penúltimo lugar depois dos primeiros 40 metros mas de repente ganhava a corrida dos 100 metros.

Algumas pessoas assumiram que Lewis era simplesmente um pouco lento no começo e acelerava no final. Mas depois de assistir a gravação da corrida de diferentes ângulos, o treinador descobriu que não era esse o caso. Jackman explicou:

O que ele percebeu que Carl Lewis fazia nas marcas de 50 metros, 60 metros, é que ele não fazia nada. Sua respiração estava exatamente a mesma. Sua postura era exatamente a mesma que tinha sido na marca dos 25 e 50 metros. Enquanto todo mundo começava a se esforçar ainda mais – “Vou tentar ir um pouco além”... suas expressões retesavam, suas mandíbulas apertavam, começavam a cerrar os punhos – Carl Lewis se mantinha exatamente igual, e então ele simplesmente passava por eles.

Essa estratégia, Jackman apontou, ficou conhecida como a regra dos 85%. Como um viciado em trabalho crônico propenso à ansiedade e esgotamento (burnout), eu comecei a usar essa regra para trabalhar melhor, encontrar mais ideias criativas e simplesmente relaxar.

O truque é trabalhar em 85% de sua capacidade ao invés de 100%. Pode ser bem difícil no começo reduzir seu esforço e mantê-lo lá – especialmente agora quando tantos meios de subsistência parecem precários. Mas ir a toda velocidade o tempo todo na verdade funciona contra você.

Quando sua mente está relaxada, você é capaz de produzir melhor, ter resultados mais significativos.

Como escritor, muitas vezes me apressei em entregar história atrás de história em detrimento do meu trabalho. Um amigo uma vez comentou em um trabalho que escrevi, dizendo “eu me senti como se você estivesse gritando comigo naquela história, e realmente doeu”.

Não é o melhor feedback para um autor cujo objetivo é inspirar seus leitores a melhorarem sua vida.

Consiga chegar aos 85% ao identificar o que é essencial para o seu trabalho e depois corte o resto na medida em que você possa fazer isso sem tornar a vida das outras pessoas mais difícil.

Decline convites para o que não for um bom uso do seu tempo. Faça pausas durante o seu dia - ou na sua carreira. Encontre maneiras de se lembrar de desacelerar.

Aqui está outra história que me ajuda quando eu preciso lembrar a mim mesmo: no seu livro “Hell Yeah Or No”, o autor e empreendedor Derek Sivers descreve como seu filho ama ir a aventuras nas montanhas, mas ele sempre fica enjoado no carro durante a subida.

Um dia, Sivers decidiu dirigir mais devagar. Seu filho conseguiu manter o almoço no estômago e os dois foram capazes de apreciar a viagem e a paisagem.

O único problema foi que os outros motoristas atrás deles ficaram irritados com a velocidade reduzida. Então Sivers teve uma ideia: ele virou o retrovisor para cima em direção ao céu, assim ele pôde focar no seu próprio caminho.

Quando você começa a trabalhar em 85% da capacidade, você talvez tenha que virar seu retrovisor para cima. Mas se seu objetivo for em longo prazo, é melhor se manter abaixo de 100%. O que você produzirá no final será o trabalho que te deixará mais orgulhoso.


Artigo original: To Do Your Best Work, Use the 85% Rule

Traduzido e adaptado por Monica Mocellin

Baixe grátis:9 dicas poderosas para melhorar seu intelectoConfira 9 dicas realmente eficientes para melhorar o seu intelecto! Descubra como ser mais inteligente adquirindo os hábitos certos e fazendo simples mudanças no seu comportamento.BAIXAR AGORA
Capa eBook
Continue aprendendo
Diferenças entre metas e objetivos: o que você precisa fazer hoje para ter o que deseja amanhã

Não confunda metas com objetivos! Entenda qual é a diferença e conheça os melhores métodos para definição de metas e objetivos.

Comportamento
Regra das 5 horas: o que Warren Buffet, Barack Obama e Bill Gates têm em comum

Se você não está passando 5 horas por semana aprendendo, você está sendo irresponsável!

Comportamento