Eleve o nível da sua escrita com essas 20 dicas incríveis!

Importância da escrita

Para viver em sociedade, a habilidade de saber se comunicar é indispensável. Seja na escola, faculdade ou no mercado de trabalho. Fato é: quem sabe se comunicar bem, está em vantagem.

A comunicação verbal, escrita ou não, está presente na vida de todas as pessoas, ainda que em diferentes medidas e de diferentes formas.

Depois de aprender a andar e falar, somos ensinados a ler e escrever. E desde então, não paramos mais.

Todavia, apenas saber escrever pode não ser suficiente para ir bem nos estudos ou no trabalho. Você precisa saber escrever bem.

Aliás, escrever bem não quer dizer escrever bonito, de maneira rebuscada ou prolongada.

Escrever bem significa conseguir passar a mensagem desejada da melhor maneira possível, de forma que o leitor a compreenda em sua integralidade.

Para os estudantes, além de necessária à comunicação, a escrita é o meio pelo qual demonstram seus conhecimentos. E por isso, saber escrever bem é tão importante.

Pensando nisso, separamos 20 dicas para escrever melhor aplicáveis tanto para produção de textos formais cobrados em provas, quanto para textos informais, para quem quer escrever para a internet.

Você vai perceber que melhorar sua escrita é muito mais simples do que você imaginava!

20 dicas para escrever melhor

  1. Leia muito e leia fora da sua zona de conforto para expandir seu vocabulário;
  2. Adote um livro de cabeceira e coloque metas de leitura diária;
  3. Aprenda sobre um novo tema toda semana e fique atento às notícias;
  4. Escreva corretamente na internet;
  5. Desabilite o corretor ortográfico;
  6. Estude gramática, exercite a pontuação e acentuação;
  7. Tenha um blog ou diário e escreva muito nele;
  8. Treine sua caligrafia escrevendo à mão sempre que tiver oportunidade;
  9. Se possível, faça um rascunho organizando as ideias antes de começar o texto;
  10. Seja objetivo e vá direto ao ponto;
  11. Evite usar palavras rebuscadas e jargões;
  12. Evite o "gerundismo";
  13. Evite palavras passivas;
  14. Se não for durante uma prova, não substitua palavras que você tem dúvida;
  15. Muito cuidado com o uso da crase;
  16. Utilize analogias e metáforas;
  17. Deixe seus textos "dormirem" pelo menos por algumas horas;
  18. Revise a ortografia com muita atenção;
  19. Leia o que escreveu em voz alta para identificar cacofonias e ambiguidades;
  20. Peça a opinião de outras pessoas.

Para facilitar sua compreensão, organizamos as dicas em: pré-produção do texto; durante a produção do texto; e após a produção do texto. Continue lendo (para ler melhor)!

Dicas para escrever melhor (pré-produção do texto)

Vários livros sobrepostos à meia luz.
Leia muito. Leia livros que te desafiem. Assim você expande seu vocabulário e ideias.

1. Leia muito e leia fora da sua zona de conforto

Quem lê, escreve melhor. Isso é um fato. Quanto mais você lê, mais você desenvolve suas habilidades de escrita.

A leitura é um dos melhores hábitos que podem ser adotados pelos estudantes, não importando o nível do estudo, objetivo ou área.

Ler só traz coisa boa para nossa vida! E uma delas é melhorar sua escrita.

Agora, além de ler bastante e com frequência, é importante ler livros que te tirem da zona de conforto.

Isto é, se você sempre lê livros do mesmo gênero, dos mesmos autores e temas você não está se desafiando.

Livros que desafiam nossa capacidade intelectual enriquecem muito nosso vocabulário, além de expandirem nossos horizontes para novos assuntos e vocabulário.

2. Adote um livro de cabeceira e coloque metas de leitura

Esteja sempre lendo algum livro. Mantenha-o por perto e quando tiver tempo, leia um pouco.

Coloque metas de leitura diária: comece com 5 ou 10 páginas e vá aumentando conforme sentir necessidade. Comprometa-se a ler todo dia!

Assim, você conhecerá outras referências sobre palavras, tipos de frases, analogias e metáforas.

Isso, sem dúvidas, tornará seus textos muito mais interessantes.

3. Aprenda um tema novo toda semana

Desperte seu interesse por estudar assuntos novos. Seja curioso e busque informações sobre variados temas.

Escolha no começo da semana um assunto e passe os próximos dias lendo sobre ele.

Dessa forma você amplia seu conhecimento e aumenta sua capacidade de escrever acerca dos mais diversos tópicos.

Também, leia as principais notícias e fique por dentro dos assuntos que estão sendo discutidos a nível nacional e internacional.

Saber o que está acontecendo ao seu redor ajudará você na produção dos seus textos porque assim você é capaz de opinar e desenvolver ideias, além de estabelecer conexões entre o assunto do seu texto e a realidade atual.

4. Escreva corretamente na internet

Não falo aqui sobre escrever observando a norma culta.

Basta não usar abreviações ou cometer erros propositais enquanto escreve na internet. Isso já evita que você desenvolva vícios de linguagem e escreva algo errado inconscientemente na hora da sua prova ou no e-mail do seu trabalho.

Observe a forma que você escreve nas redes sociais e aplicativos de mensagem, policie-se para escrever da forma mais correta que consegue.

5. Desabilite o corretor ortográfico

Estamos ficando cada vez mais preguiçosos.

Quando estamos no computador, não nos preocupamos se escrevemos certo ou não, porque sabemos que se não estivermos, o programa utilizado corrigirá automaticamente.

Com isso, deixamos de prestar atenção nos erros que cometemos. Isso é péssimo para sua escrita!

Identificar erros que você comete é muito importante para aprender a escrever melhor. Por isso, desabilitar o corretor ortográfico é o melhor a se fazer.

Mantenha habilitada a função de sublinhar os erros e volte consertando-os "manualmente".

6. Exercite a pontuação e acentuação

Quanto mais fluido um texto é, melhor. Para isso a pontuação é fundamental!

Aprender a utilizar corretamente a vírgula e os pontos melhora muito a qualidade do seu texto.

O mesmo se dá em relação à acentuação. Muitas palavras da nossa língua têm sentidos diferentes com e sem acento, por isso é preciso ter atenção redobrada nestes detalhes.

Portanto, vale a pena dar uma estudada nestes tópicos gramaticais para melhorar sua escrita.

7. Tenha um blog ou diário

Ler muito e estudar gramática ajudam a escrever melhor.

Mas para aprender a escrever melhor, é indispensável que você pratique.

Para isso, uma excelente prática é manter um blog ou diário onde você escreve sobre toda e qualquer coisa que tiver interesse.

Você pode, por exemplo, manter um blog ou diário no qual você escreve sobre o tema que está estudando na semana (conforme a dica 3) ou sobre o livro que está lendo e as reflexões que está tendo a partir dele.

O importante é escrever muito! É verdade o que dizem: a prática leva à perfeição.

8. Treine sua caligrafia

Talvez em um futuro não tão distante, a escrita à mão caia em desuso.

Mas por enquanto, essa não é nossa realidade. Em várias oportunidades você ainda precisará escrever no velho papel com a velha caneta.

Pode ser em uma prova específica ou até no seu trabalho.

Por isso é importante treinar sua caligrafia, para que sua letra seja entendível por outras pessoas, o que pode inclusive evitar falhas na sua comunicação.

Dicas para escrever melhor (produção do texto)

Mão com uma caneta escrevendo em um caderno, na mesa tem uma xícara de café.
Pratique a escrita. A prática leva à perfeição!

9. Faça rascunho

Não ache que a primeira coisa que você vai escrever ficará 100%.

Se tiver como fazer um rascunho primeiro, faça. Nem que seja apenas com um esqueleto do assunto que você tratará no texto.

Assim, você organiza melhor as suas ideias e estabelece uma ordem lógica para as informações, tornando seu texto mais conciso e coerente.

10. Seja objetivo

Vá direto ao ponto, não enrole. Ficar dando voltas no assunto demonstra que você não tem total domínio sobre ele.

Pense como um leitor enquanto escreve. Você também não prefere quando o autor diz logo o que você quer saber? Pois bem. Lembre-se disso quando for escrever.

11. Evite usar palavras rebuscadas e jargões

Dessa forma você não corre risco do seu leitor não compreender sua mensagem ou de cansá-lo.

Uma linguagem simples e objetiva sempre será preferível, independentemente da ocasião.

12. Evite o "gerundismo" e outros vícios de linguagem

Gerúndio é uma das formas nominais do verbo, formada pelo sufixo "-ndo" (p.ex., cantando, vendendo, partindo).

Evite usar verbos no gerúndio, porque eles deixam o texto muito mais travado e cansativo.

Procure empregar o verbo no infinitivo, que é a sua estrutura original (p.ex., cantar, vender, partir).

Já os vícios de linguagem são palavras ou construções que vão de encontro às normas gramaticais, como é o caso dos pleonasmos, por exemplo.

13. Evite palavras passivas

Você deve tentar ser o mais assertivo e específico possível para tornar a experiência do seu leitor mais agradável.

Para isso, não utilize palavras que transmitem insegurança, dúvida e falta de exatidão, como "talvez", "alguns", "muitos".

14. Não substitua palavras

A não ser que seja durante uma prova, procure não substituir palavras que você não tem certeza em relação à ortografia.

Busque no dicionário ou no Google o jeito certo de escrever e aprenda.

Assim, a longo prazo, você terá mais conhecimento e versatilidade para escrever seus textos com segurança.

15. Tome cuidado com a crase

Neste artigo, já falamos para você estudar pontuação e acentuação e explicamos o porquê.

Pelas mesmas razões, vamos agora reforçar um cuidado especial que você deve ter no momento da escrita: o uso da crase.

É uma das dúvidas mais comuns que temos ao escrever. Por isso, vale a pena sempre investigar a regra aplicável ao caso quando não estiver seguro quanto ao emprego desta.

16. Utilize analogias e metáforas

Elas são muito úteis para ajudar o leitor a entender a sua mensagem, além de deixarem seu texto muito mais rico e interessante.

Dicas para escrever melhor (pós-produção do texto)

Três pessoas sentadas com livros estudando juntas.
Leia em voz alta e peça opinião dos seus amigos!

17. Deixe seus textos "dormirem"

Depois que terminar o texto, deixe ele descansar por algumas horas.

Se possível, deixe ele dormir de um dia para o outro, para então você revisar.

Recomenda-se essa prática porque quando você lê e escreve a mesma coisa por muito tempo, você deixa erros bobos passarem despercebidos, porque está com a visão e capacidade de julgamento "viciadas" no texto.

18. Revise a ortografia

Depois de deixar seu texto parado por algumas horas, volte e revise a ortografia com muita atenção.

Se o texto for manuscrito, cuidado redobrado!

Leia palavra por palavra. Evite pular trechos por acreditar que está tudo certo.

19. Leia o que escreveu em voz alta

Isso ajuda a identificar cacofonias e ambiguidades.

Essa prática também é útil para identificar pontos do seu texto que tenham ficado confusos ou obscuros.

20. Peça a opinião de outras pessoas

Não tenha vergonha de mostrar a outras pessoas o que você escreveu.

Peça a opinião sincera dos seus amigos e familiares. Preste atenção às críticas que fizerem e busque melhorar a partir delas.

Se tiver como, tenha um colega para ser seu revisor e faça o mesmo por ele. Sejam honestos em suas análises, porque assim um ajudará o outro a escrever melhor.

Espero que essas dicas para escrever melhor ajudem você nos seus estudos e também na sua vida!

Para mais conteúdo como esse, assine nossa newsletter e não perca nenhuma dica!

Baixe grátis:Organize & Estude melhorSem fórmulas prontas ou dicas rasas, descubra como criar um método de organização próprio e definitivo para melhorar seus estudos imediatamente.BAIXAR AGORA
Capa eBook
Continue aprendendo
Como adotar estratégia para estudar melhor e aprender mais

Descubra a importância de adotar estratégias nos seus estudos para aprender mais. Não é um atalho, mas faz você chegar mais rápido.

Estudos
A Regra dos 50/50 (como reter e lembrar 90% de tudo que você aprendeu)

Nós devemos à memória não apenas o aumento do nosso conhecimento e nosso progresso em questionamentos racionais, mas muitos outros prazeres intelectuais.

Aprendizagem