Argumentar é preciso: 5 dicas para melhorar seu poder de argumentação

Argumentar é relacionar de forma coerente fatos, teses, estudos, opiniões, problemas e apresentar as possíveis soluções a fim de embasar determinado pensamento ou ideia.

Trata-se de um recurso retórico da linguagem bastante utilizado nos discursos orais, que também passou a ser aplicado na produção de textos, apresentação de fatos, estudos, opiniões, problemas, soluções, teses, etc.

Em debates políticos ou audiências no Tribunal do Júri, por exemplo, essa habilidade é de extrema importância e ganha quem souber argumentar melhor.

Se você vai prestar vestibular, fazer algum trabalho de conclusão de curso ou precisa se preparar para uma reunião onde suas ideias serão questionadas, precisa aprender a arte da argumentação.

Continue a leitura deste artigo que vou mostrar com mais detalhes o conceito e a importância da argumentação e apresentar dicas valiosas para você melhorar sua técnica. Vamos lá?

O que é argumentação?
Os 4 tipos mais comuns de argumentação
Como melhorar meu poder de argumentação?
5 dicas para melhorar sua capacidade argumentativa

O que é argumentação?

A argumentação trabalha com fatos que geram opiniões diversas, sempre em busca de encontrar argumentos para apresentar a informação mais coerente e convincente possível.

Em uma argumentação não se afirma ou nega uma verdade simplesmente. O objetivo é fazer com que a pessoa que recebe a mensagem concorde com o que você diz através de argumentos.

Pessoas que argumentam bem entram em debates de ideias, mas sabem lidar com a contra argumentação pois conseguem reunir fatos, provas e opiniões para respaldar suas palavras.

  • Contra Argumentação: é um recurso utilizado para rebater ou refutar as proposições produzidas pela argumentação. Ela apresenta uma opinião contrária à argumentação apresentada primeiro.

Segundo o Dicionário Michaelis, argumentar é, dentre outras definições, “apresentar fatos, provas ou argumentos, tirar as consequências de um princípio ou fato; concluir, deduzir”.

Ou seja, na argumentação é preciso apresentar fatos e provas com o propósito de comprovar suas ideias sobre determinado tema para o seu interlocutor, com o objetivo de convencer a formar uma opinião ou mudar sua maneira de pensar.

Porém, para desenvolver uma boa argumentação é necessário técnica, prática e bom conhecimento das diferentes ferramentas que você pode usar.

Por exemplo, para um texto acadêmico deve ser usada uma argumentação de autoridade, pautada em opiniões de especialistas e autoridades no assunto, para que ele seja mais convincente.

Se você fala para uma audiência leiga no assunto, deve usar argumentos pautados no que essas pessoas precisam ouvir para abrir a mente e aceitar sua ideia, como argumentos mais emocionais e metafóricos.

Conhecer bem os tipos é importante para que você faça uma boa argumentação e assim alcance seu objetivo.

Os 4 tipos mais comuns de argumentação

1. Argumento de autoridade

Esse tipo de argumentação usa a palavra de alguém conhecido no ramo, como um cientista famoso, um médico popular, um historiador que é especializado no que você precisa dizer.

Essas pessoas são autoridade no assunto, portanto usar seus estudos, argumentos e dados faz com que você tenha respaldo para sua ideia.

É a forma mais rápida de conseguir credibilidade para seus argumentos.

2. Argumento de competência linguística

Adequar seu discurso ou texto para o público ao qual ele é destinado faz com que você consiga realmente convencer sua audiência de suas ideias e interpretações.

Para isso você precisa conhecer seu público e saber de que forma você conseguirá ser ouvido por ele.

Portanto, procure sempre adequar a linguagem escolhida para atingir a pessoa certa.

3. Argumento de consenso

Muitas pessoas usam frases e teses que não precisam ser demonstradas ou provadas, cujo conteúdo seja válido para todos dentro de determinado contexto social.

Esse consenso não é necessariamente verdadeiro ou falso, mas cuidado para não cair em falácias.

É necessário cautela ao usar esse tipo de argumento, pois ele é tido como “senso comum” e pode, a depender do público, ser facilmente rejeitado.

4. Argumento de provas concretas

Se prestar atenção aos textos jornalísticos perceberá o amplo uso desse tipo argumentativo.

São informações que foram comprovadas por fotos, vídeos, cálculos, observações ou experimentos. Está muito ligado à argumentação de autoridade, pois um quase sempre não existe sem o outro.

Agora que você conheceu os principais tipos de argumentação, veja algumas maneiras de melhorar o seu poder argumentativo.

Como melhorar meu poder de argumentação?

Para que a argumentação seja convincente é necessário levar o leitor a um impasse, onde ele seja obrigado a concordar com os argumentos expostos ou então contra-argumentar sem encontrar nada contundente para questionar.

Fazer isso requer prática e o uso de algumas regras, quais sejam:

  • Tenha embasamento. Não afirme algo que você não sabe a respeito. Se for usar uma autoridade, cuidado com sua escolha;
  • Seja coerente com a realidade, principalmente se for utilizar analogias, comparações e metáforas;
  • Experiências que comprovem os argumentos devem ser também coerentes com a realidade;
  • Antecipe os principais questionamentos que seu público possa ter, assim você já estará preparado para argumentar mais, se necessário;
  • Construa suas ideias com lógica. Os raciocínios devem ter uma ligação entre si e devem complementar-se;
  • Sempre conclua suas ideias com uma tese firme e precisa, que consiga “amarrar” tudo o que você falou durante o texto, a apresentação ou o debate.

Memorize essas regras e aplique-as sempre que precisar convencer alguém ou escrever um texto argumentativo.

Separei algumas dicas rápidas que podem te ajudar a construir argumentos mais fortes e de forma mais rápida, confira:

5 dicas para melhorar sua capacidade argumentativa

1. Invista em conhecimento

Leia livros, veja filmes ou documentários e adquira conhecimentos que abordam o assunto que você precisa argumentar.

Converse com pessoas que entendam desse assunto, anote as dicas que elas passarem.

Além de livros, leia jornais e revistas para ter bons argumentos quando se trata de abordar assuntos ligados à atualidade.

2. Treine a forma de falar ou escrever

Treine no espelho se seu foco for argumentação oral, ou pratique redação se você precisa escrever seus argumentos.

Filme-se falando e gesticulando, assim você pode até mesmo alterar o tom de voz e os gestos para conseguir um efeito melhor no seu público.

Pareça sempre confiante com o que você abordar, pois assim seu interlocutor ficará mais propenso a acreditar em você.

3. Respeite o interlocutor

Lembre-se que o embate é entre ideias, não entre pessoas. Não desrespeite o seu interlocutor ao difamar sua imagem, usar palavras de baixo calão ou debochar dele enquanto ele demonstra seus argumentos.

A ideia da argumentação não é vencer uma briga, mas sim convencer a outra parte a “comprar” a sua ideia.

4. Mantenha a calma

Treine seu emocional para aguentar ser rebatido sem perder a paciência ou começar a chorar.

Seus argumentos serão confrontados e você precisa estar pronto, com a cabeça no lugar, para conseguir desenvolver sua estratégia.

Mantenha a racionalidade e use a passionalidade apenas como forma de adicionar emoção ao seu discurso.

5. Saiba rebater

Quando quiser dizer ao interlocutor que não concorda com a opinião dele, faça isso de maneira respeitosa e aponte em que parte a ideia dele é contrária ao que você acredita.

Faça isso e reforce seu ponto de vista, tente modificar as palavras para que a ideia seja absorvida de várias formas.

Use as palavras do seu interlocutor como um trampolim para suas ideias, de maneira respeitosa e inteligente.

Argumentar da forma correta é essencial, não importa sua profissão, seus sonhos e suas metas.

Agora que você aprendeu o que é argumento de autoridade e os outros tipos de argumentos, bem como a argumentar melhor, faça um texto ou crie um discurso, simule um debate e tente convencer alguém com suas ideias. Assim você treinará e poderá usufruir dos frutos do seu esforço.

Coloque seu poder argumentativo para trabalhar e boa sorte!

Baixe grátis:Técnica FeynmanConheça a Técnica Feynman e aprenda como aprender DE VERDADE tudo o que você quiser. Nada de mágica ou fórmula pronta: alcance o aprendizado profundo em 4 passos!BAIXAR AGORA
Capa eBook
Continue aprendendo
Raciocínio Lógico para iniciantes: dicas para você melhorar sua habilidade de resolver problemas

Você já ouviu falar nos benefícios de jogar xadrez ou sudoku? Se você ainda não sabe o que esses simples jogos podem fazer pela sua mente, leia este artigo e não perca mais tempo!

Soft Skills
Aprenda como melhorar sua Oratória e superar os desafios de falar em público

Sabe como grandes figuras históricas conseguiram convencer nações inteiras a mudar de comportamento usando apenas as palavras? Esse é o poder da oratória!

Soft Skills