4 lições que você pode aprender com pessoas que tiveram sucesso mais tarde na vida

Sucesso é relativo e pessoal.

Não existe uma definição universal de sucesso — ele é seu para decidir.

O romancista Robert Louis Stephenson uma vez disse que:

"Ser o que somos, e nos tornarmos o que somos capazes de nos tornar, é o único fim na vida.”

Então por que o mundo continua nos dizendo o que é sucesso?

E por que tantas pessoas procuram validação de outras?

O propósito mais valioso na vida é tornar-se você mesmo, seja o que for que isso signifique para você, não importa a sua idade.

Sucesso cedo não necessariamente leva ao sucesso duradouro. Todos nós prosperamos na vida em diferentes momentos. E está tudo bem.

Charles Darwin tinha 50 anos quando publicou “A origem das espécies” que moldou o assunto da evolução para sempre.

George R. R. Martin tinha 48 anos quando “A Guerra dos Tronos : As Crônicas de Gelo e Fogo” foi publicado (em inglês) e 63 anos quando a série inspirada nos livros estreou na HBO.

Você talvez nunca tenha ouvido falar em Vera Wang. Ela foi uma patinadora artística no gelo e jornalista antes de entrar na indústria da moda com 40 anos. Hoje ela é uma das estilistas mais premiadas do mundo.

Samuel L. Jackson não estrelou um filme antes dos seus 46 anos. Depois disso ele esteve em filmes como Duro de Matar 3, Star Wars e Pulp Fiction.

Ray Kroc era um vendedor de máquinas de milkshake até seus 50 anos. Então ele encontrou um restaurante limpo que vendia um bom hambúrguer comandado por dois irmãos com o sobrenome McDonald.

Ele comprou o McDonald’s com 52 anos e transformou o negócio em uma marca mundial.

Como diz o Ph.D. Larry Cornett:

“... você ainda tem tempo. Não precisa ter tudo decidido. Não se preocupe se você tiver tentado tanto e não estiver feliz ainda. Você ainda pode buscar satisfação pessoal. Nunca é tarde para conquistar o sucesso que é importante para você.”

Todas essas pessoas de sucesso nos ajudam a ver que nunca é tarde demais para correr atrás dos nossos sonhos e nunca é tarde demais para prosperar.

Aqui estão mais quatro importantes lições que podemos aprender com esses sucessos tardios.

Nunca é tarde para ser incrível.

Lição 1: nunca é tarde para escolher você mesmo

Se você já viajou de avião, ouviu algum comissário de bordo falar que em caso de pouso de emergência, você deve colocar sua máscara de oxigênio antes de pensar em ajudar qualquer outra pessoa, inclusive filhos, pais, etc.

Há uma razão para isso.

Se você não colocar sua máscara primeiro, você não estará em posição de ajudar outra pessoa. Esse mesmo princípio se aplica em toda a sua vida.

As pessoas que acabam se parecendo com os “escolhidos” — os autores de best-sellers, os empresários de sucesso, os artistas talentosos — se escolhem e perseguem o que acham o melhor para eles.

Quando você escolhe a si mesmo, melhora sua autoestima, corre atrás dos seus objetivos e faz mais daquilo que faz você se sentir vivo.

Você também ensina às outras pessoas como você deve ser tratado. Suas ideias, pensamentos e sentimentos importam.

Afinal, você não pode esperar que outras pessoas vejam valor em você, se você não se valoriza primeiro.

Os escolhidos se escolhem.

Lição 2: nunca é tarde para aprender algo novo

Lições da vida, diplomas universitários ou técnicos, nunca é tarde para nenhum deles.

E daí que você tem 40 anos e quer começar uma faculdade de Direito? É um curso de 5 anos.

Você terá 45 daqui a 5 anos se fizer ou não o curso.

E daí que você tem 52 anos e terminou sua primeira escultura ou 62 anos quando abrir sua primeira vinícola?

O objetivo da felicidade e do sucesso é agarrar cada oportunidade que surge, não agarrá-la até certa idade.

A maioria das pessoas passa a meia-idade cuidando de outras pessoas. Quando seu filho cresce e passa a se cuidar sozinho, é uma ótima oportunidade para tirar alguns anos para si mesmo.

Uma vez que todos estejam no seu caminho para o sucesso, plante seus pés firmemente no caminho para o seu próprio.

Escolha um pincel, tire a poeira de um piano ou coloque no papel um novo plano de negócios. Qualquer que seja seu sonho, vá atrás dele.

Nunca é tarde para viajar o mundo, tornar-se um chefe, saltar de paraquedas, criar gosto pela arte, escrever um livro, ter um diploma superior, começar a investir, seguir um sonho…

Não precisa usar a idade como desculpa — você é mais do que capaz de aprender e conquistar algo que valha a pena, mesmo que você ainda não saiba disso.  

James Altucher, autor do livro “Escolha você” recomenda esse exercício:

“... finja que todo mundo foi enviado a este planeta para te ensinar. Pessoas famosas, pessoas que já morreram, seus vizinhos, seus parentes, seus colegas de trabalho. Isso vai gerar um sentimento forte de humildade. E adivinhe, você aprenderá com as pessoas, irá apreciá-las mais e elas irão realmente apreciar você mais. Porque todo mundo adora ensinar.”

Lição 3: nunca é tarde para investir em si mesmo

“Temos que ousar ser nós mesmos, por mais assustador ou estranho que esse eu possa ser.” diz May Sarton, uma prolífica poetisa, romancista e memorialista americana.

O crescimento começa com seu nascimento e continua por toda a vida. Mesmo depois que o crescimento físico termina, o mental e emocional vão continuar a acontecer.

O crescimento cognitivo, o crescimento com a experiência e o desenvolvimento emocional que acontecem à medida que envelhecemos e amadurecemos têm inúmeros benefícios.

O sucesso, à medida que envelhecemos, nos equipa com uma visão mais brilhante do mundo e nos dá mais tempo para gastar em sonhos pessoais.

Também nos recompensa com mais tempo para nutrir e promover nossa própria individualidade.

Dedicação ao crescimento pessoal enquanto você envelhece pode ajudar a envelhecer graciosamente — se você tiver compromisso de aprender com seus erros, compartilhar sua sabedoria com outras pessoas e aprender a não levar a vida tão a sério.

“O sucesso vem da expansão contínua de suas fronteiras em todas as direções — criativamente, financeiramente, espiritualmente e fisicamente. Sempre se pergunte, o que posso melhorar? Com quem mais posso falar? Onde mais posso procurar? ", diz James Altucher.

O sucesso que você obtém mais tarde na vida pode te ajudar a apreciar a longevidade, abraçar o poder da experiência e colher os benefícios da sabedoria.

Lição 4: nunca é tarde demais para fracassar “para frente”

Uma coisa que nós nunca vamos escapar é de cometer erros — é parte da vida. Na verdade, quando cometemos erros é que aprendemos.

Encoste em um forno quente uma vez e você nunca encostará de novo, certo? Erro cometido. Lição aprendida. Adultos mais experientes sabem que erros são não apenas inevitáveis, mas também muito benéficos.

Ter a sabedoria de aprender com seus erros pode ajudar você a sair do papel de vítima para o papel de vencedor e do papel de defeituoso a estratégico.

Fracassar “para frente” significa aprender a se adaptar favoravelmente às mudanças.

Aprender a armazenar saudáveis doses de resistência, e aprender a ser resiliente em face da adversidade.

Pessoas que encontram o sucesso mais tarde na vida sabem outra coisa importante sobre os erros — elas sabem como usar o erro para impulsioná-las para o sucesso.

Mesmo que a sabedoria venha com a idade, isso não significa que você nunca mais cometerá um erro. Significa que você irá aprender a transformar uma pedra em um trampolim e uma catástrofe em um catalisador para levá-lo ao sucesso.

Você não é a pessoa que desperdiçou 30 anos. Você é a pessoa que tem muitos anos pela frente. O que você fará com eles?

Essa é a pergunta mais importante da sua vida.

Suas chances de sucesso não têm relação com sua idade. Elas são moldadas pela sua vontade de tentar repetidamente até conseguir.

Nunca é tarde para aprender, ou crescer, ou escolher a si mesmo, ou para falhar de forma inteligente.

Não deixe a idade parar você. O que você planeja fazer com todos os preciosos anos a sua frente?


Artigo original: 4 Things You Can Learn From People Who Succeed Later in Life

Traduzido e adaptado por: Monica Mocellin

Baixe grátis:Autodidatismo para iniciantesConheça os 5 passos para se tornar autodidata, mudando hábitos e desenvolvendo habilidades complementares. Ser autodidata é mais fácil do que você imagina e nós vamos te provar isso!BAIXAR AGORA
Capa eBook
Continue aprendendo
Um segredo simples sobre produtividade que as pessoas nunca falam

Você sente que sua energia se esvai em coisas inúteis? Não consegue terminar um projeto por ter muita coisa pra fazer? Calma, isso tem solução.

Soft Skills
Como nosso cérebro aprende: entenda como funciona o modo difuso e o modo focado de pensamento

O cérebro tem habilidades incríveis e pode trabalhar continuamente, mesmo você dormindo ou desligado de tudo! Saiba como seu cérebro funciona e como ativar formas diferentes de pensar.

Aprendizagem