Entenda o que é Aprendizagem Autodirigida e entenda sua importância

Aprendizagem autodirigida ou estudo autodirigido ocorre quando o próprio indivíduo, com autonomia e proatividade, escolhe os tópicos, as fontes de informação e as formas de adquirir e validar o conhecimento por conta própria. Entenda a importância dessa prática para os dias atuais!

Ilustração de uma pessoa lendo um livro com uma lâmpada acesa sobre sua cabeça representando a aprendizagem autodirigida
A aprendizagem autodirigida te ajuda a se adaptar aos novos tempos! (Crédito imagem: Freepik).

O momento no qual vivemos exige que sejamos capazes de desenvolver nossas capacidades e evoluir para nos adaptarmos a esse ambiente complexo do qual fazemos parte.

Nessa Era Digital, é preciso aprender a aprender ao longo da vida, saber reconstruir constantemente os conhecimentos e saberes, porque tudo está mudando o tempo todo.

A aprendizagem autodirigida possibilita que cada pessoa seja capaz de conduzir sua educação e aprender pelos próprios meios, sem necessitar de suporte das instituições educativas.

Ao realizar a aprendizagem autodirigida, a busca por conhecimento se torna curiosa e livre, transformando a vida numa infinita fonte de oportunidades de aprendizado.

Neste artigo você vai aprender que a aprendizagem autodirigida é um modelo no qual o próprio indivíduo identifica suas necessidades de aprendizado e cria métodos para absorver o conteúdo. Também verá que os estudos autodirigidos não necessitam ser solitários, sem apoio.

Entenda o que é aprendizagem autodirigida, seus benefícios e como adotar essa prática para sua vida!

Aprendizagem autodirigida e autodidatismo são a mesma coisa?
Aprendizagem autodirigida: o que é?
Benefícios da aprendizagem autodirigida
Como fazer aprendizagem autodirigida: 5 dicas para dirigir seus estudos

Aprendizagem autodirigida e autodidatismo são a mesma coisa?

Não! Embora a aprendizagem autodirigida possa ser facilmente confundida com o estudo autodidata, não são a mesma coisa.

De fato, para praticar a aprendizagem autodirigida, você precisa ser autodidata.

Mas o autodidatismo pode ser praticado também no estudo dirigido, no qual o professor direciona os conteúdos a serem estudados.

O que o estudo autodirigido tem em comum com o estudo autodidata é que em ambos os casos o próprio indivíduo é responsável pelo seu desenvolvimento, por estudar, definir estratégias de aprendizagem, buscar meios para validar o conhecimento.

A diferença entre a aprendizagem autodirigida e o autodidatismo é que na autodireção, sempre será o indivíduo que escolhe por sua vontade própria o que vai aprender. Enquanto no autodidatismo, não necessariamente o objeto de estudo será escolha do indivíduo.

Por exemplo, você pode aprender outra língua de forma autodidata, mas porque seus pais solicitaram ou porque você precisa para se candidatar ao novo cargo que pretende. Assim, sua escolha foi motivada por fatores externos.

De igual modo, você também pode ser autodidata enquanto faz uma graduação, buscando conteúdos além daqueles passados em sala de aula. Trata-se de um nível de autodidatismo que não dispõe de autodireção.

Para que esta diferença fique mais clara, vamos entender o que é a aprendizagem autodirigida:

Aprendizagem autodirigida: o que é?

A aprendizagem autodirigida é o processo no qual a própria pessoa tem a iniciativa diagnosticar as suas necessidades de aprendizagem (com ou sem ajuda de outras pessoas), estabelecer os próprios objetivos, identificar os recursos, materiais e métodos, definir e implementar as estratégias apropriadas, e avaliar os resultados obtidos na aprendizagem.

Como o nome sugere, o indivíduo está no controle, tem nas mãos a direção de sua própria aprendizagem.

O processo começa com a pessoa identificando suas necessidades de aprendizagem. Isto é, o que ela precisa ou gostaria de aprender. Quais habilidades gostaria de desenvolver, quais assuntos lhe despertam interesse em saber.

Após identificar os objetos de aprendizagem, com ou sem ajuda de outras pessoas (professores, pais, mentores, etc.), o indivíduo se prepara para o processo de aprendizagem definindo objetivos, métodos, materiais, recursos e tudo mais que for necessário. Neste ponto, o meta-aprendizado é de grande valia.

É necessário compreender que o controle dessa aprendizagem não é uma condição de tudo ou nada. Quer dizer, não precisa ser um processo de total responsabilidade do indivíduo. Ele pode contar com ajuda e interação de outras pessoas.

Vale dizer: autodireção não quer dizer fazer sozinho, e sim decidir de maneira autônoma o próprio caminho.

ilustração de um menino sentado lendo um livro ao lado de blocos onde se lê "self", sozinho representando o aprendizado autodirigido.
O aprendizado autodirigido não precisa ser solitário! (Crédito imagem: Freepik)

Essa forma de aprender exige que o indivíduo detenha pensamento crítico. Ele deve ser capaz de se propor a desenvolver ou aumentar os seus próprios conhecimentos.

Essa expressão “aprendizagem autodirigida” tem sido adotada por se identificar com a expressão inglesa self-directed learning, atribuída aos projetos de aprendizagem desenvolvidos por adultos fora do sistema educativo formal.

Assim, para desenvolver suas competências e habilidades, os adultos (que já passaram pela educação formal) contam com livros, revistas, sites, aplicativos, etc. Todos criados com a finalidade de facilitar o desenvolvimento de competências ou a aquisição de saberes.

Na aprendizagem autodirigida, o indivíduo assume as rédeas da própria educação, aprendendo com autonomia e liberdade. Assim, ele é capaz de alcançar a Independência Intelectual, tornando-se verdadeiramente livre na Era da Informação.

Conheça agora os benefícios da prática da aprendizagem autodirigida.

Benefícios da aprendizagem autodirigida

Qualquer atividade que requeira autonomia e responsabilidade, nos torna mais bem preparados para a vida.

Por exemplo, aprender a morar sozinho, cozinhar a própria comida, ter autonomia sobre nossas despesas. Tudo isso, além de nos proporcionar liberdade, nos ensina muito.

Com a aprendizagem autodirigida não é diferente! Aprender a aprender por conta própria, ainda que conte com auxílio de outras pessoas, mas que o faça de maneira autodirigida, apresenta muitos benefícios. Confira:

Sem pressão vamos mais longe

Uma vez que não há pressão externa sobre o aprendizado, como exames ou prazos predefinidos, conseguimos ter ânimo e disposição para ir mais fundo no aprendizado, explorando o conhecimento até a última gota.

Infinitas possibilidades

Por meio da aprendizagem autodirigida, o indivíduo pode aprender qualquer coisa que queira, da forma que preferir. As fontes de informações, formatos, materiais, métodos e técnicas disponíveis são muitas e a gama de assuntos, habilidades e competências são infinitas!

Sentimento de conquista

O sentimento de conquista é inerente ao estudo autodirigido, vez que no momento em que o indivíduo supre a curiosidade ou o desejo de aprender algo novo, há a realização de ter cumprido sua meta e aperfeiçoado mais algum aspecto do seu ser.

O estudo é independente

A maneira de aprendizado é totalmente opção do indivíduo interessado em se desenvolver. Não depende de veículo de ensino, formato, grade curricular, nem nada do tipo. Se quiser aprender apenas uma parte do todo, tudo bem. É sua escolha e não há nada que alguém possa fazer ou questionar.

Veja agora como fazer aprendizagem autodirigida e algumas dicas para facilitar esse processo.

Como fazer aprendizagem autodirigida: 5 dicas para dirigir seus estudos

Antes de mais nada, você precisa desenvolver uma mentalidade de crescimento, que consiste em acreditar que você pode aprender qualquer coisa, desde que tenha persistência e encontre os métodos certos.

Se você começar a praticar a aprendizagem autodirigida e encontrar dificuldades no caminho, precisa ter consciência de que sim, você pode superá-las. Neste ponto, ter a mentalidade certa vai fazer toda a diferença.

Outro aspecto importante para essa prática é que você aprenda a ser autodidata, ou seja, aprender por conta própria, sem um professor.

Embora muitas pessoas acreditem nisso, o autodidatismo não é uma característica que nasce com o indivíduo.

Trata-se de uma habilidade e, deste modo, pode ser desenvolvida por qualquer pessoa, embora possa ser mais fácil para uns do que para outros.

Mas com persistência, todas as pessoas são capazes de desenvolver o autodidatismo. Temos um eBook com dicas de autodidatismo para iniciantes, baixe agora grátis:

Baixe grátis nosso eBook:Autodidatismo para iniciantes

Conheça os 5 passos para se tornar autodidata, mudando hábitos e desenvolvendo habilidades complementares. Ser autodidata é mais fácil do que você imagina e nós vamos te provar isso!

Autodidatismo para iniciantes

Desenvolvendo a mentalidade de crescimento e o autodidatismo, você estará pronto para praticar o aprendizado autodirigido.

Veja agora algumas dicas para facilitar a direção dos seus estudos:

1. Varie no formato de conteúdos

Textos, vídeos, livros, áudios, sites, artigos, podcasts e blogs são exemplos de formatos de conteúdos que você pode consumir.

É possível encontrar conteúdo sobre qualquer assunto muito facilmente (thanks Google!). Mas pode ser um pouco difícil avaliar, selecionar e priorizar conteúdos se você não tem alguma vivência no seu tema de interesse.

Por isso, experimente diferentes conteúdos sobre um mesmo assunto, varie suas fontes e formatos. Assim você não fica a mercê de um conteúdo ruim.

2. Aprenda através de experiências

Viaje, caminhe na natureza, faça um curso, um projeto, vá a um grupo de estudo, enfim, procure por experiências e aprenda com elas.

Experiências têm um potencial de transformação muito grande, pois possuem capacidade de nos emocionar, o que nos faz sair do racional e acessar níveis de sabedoria mais profundos.

A aprendizagem vivencial é uma das melhores formas de aprender!

3. Fique atento às pessoas que te cercam

As  pessoas que você conhece e as que ainda pode conhecer são fontes de conhecimento “vivo”.

Aprender com a experiência de outras pessoas é bastante eficiente, pois encurta o caminho.

Explico: quando você pergunta a alguém sobre algum conteúdo que essa pessoa domina, ela é capaz de sintetizar horas e horas de leitura e estudo em uma conversa, transmitindo o conhecimento “mastigado” para você.

Do mesmo modo, você pode aprender por meio de outras pessoas assistindo documentários e a palestras.

4. Faça parte de grupos com interesses semelhantes aos seus

Se quer aprender a tocar violão, procure um grupo de pessoas que também o queiram, seja físico ou virtual. Faça parte de redes, comunidades, grupos e movimentos.

Compartilhe sua jornada com outras pessoas e se permita ser ajudado. Peça conselhos, troque dicas e experiências.

5. Pratique o Meta-aprendizado

A prática do meta-aprendizado pode ser resumida em responder a três questionamentos sobre seu objeto de aprendizagem:

  • Por que você quer aprender isso?
  • O que, de fato, você quer aprender?
  • Como você vai aprender?

Com as respostas das duas primeiras perguntas (porque e o quê), você pode se valer do Mapa do Meta-aprendizado para responder à terceira (como).

Baixe grátis nosso eBook do Mapa do Meta-aprendizado e utilize o template disponibilizado ao final:

Baixe grátis nosso eBook:Mapa do Meta-aprendizado

Confira o passo-a-passo para criar seu mapa do meta-aprendizado e aprimorar o seu processo de aprendizagem. Com o mapa do meta-aprendizado, aprender qualquer coisa fica fácil!

Mapa do Meta-aprendizado

Agora que você já sabe o que é aprendizagem autodirigida e como praticá-la, que tal começar aprendendo a aprender? Leia nossos eBooks indicados neste artigo e torne-se um mestre na arte de aprender!

Baixe grátis:Organize & Estude melhorSem fórmulas prontas ou dicas rasas, descubra como criar um método de organização próprio e definitivo para melhorar seus estudos imediatamente.BAIXAR AGORA
Capa eBook
Continue aprendendo
Aprenda a fazer um Plano de Estudo que realmente funciona

Plano de estudo só é eficiente se você conseguir segui-lo. Descubra como fazer seu próprio plano de estudo e conheça os melhores aplicativos que podem te ajudar!

Estudos
Microlearning: uma metodologia para aprender algo novo todo dia

Conheça o Microlearning e entenda como essa tendência da educação corporativa pode ajudar você a aprender algo novo todo dia!

Aprendizagem