5 Competências para seu currículo atrair atenção no mercado de trabalho

A sociedade é dinâmica, está em constante movimento e transformação. As instituições que a compõem estão sujeitas a tais mudanças, ora de maneira mais intensa, ora menos.

Nos últimos anos, fenômenos como a Globalização, a Internet das Coisas e até mesmo a mais recente Inteligência Artificial, implicaram em substanciais transformações especialmente em um âmbito específico de nossas vidas: o mercado de trabalho.

Foto de uma equipe ao redor de uma mesa com um notbook, todos olham para a tela e aparentam possuir competências para currículo
O Mercado de Trabalho mudou. Você está por dentro das mudanças? (Crédito Imagem: Windows em Unsplash)

Assim, percebe-se maior demanda por determinadas profissões, enquanto outras, aos poucos, tornam-se obsoletas.

Neste cenário de transformação, verifica-se a valorização das chamadas Soft Skills, que são habilidades comportamentais, como comunicação, liderança, capacidade de resolver problemas, inteligência emocional, etc.

Isso ocorre porque as habilidades técnicas, chamadas Hard Skills, são mais sensíveis a estas transformações.

Muitas atividades técnicas que outrora demandavam onerosas formações profissionais, hoje são facilmente desempenhadas por softwares, robôs e outras formas de automatizações.

Por esse motivo, as habilidades comportamentais se apresentam como fator de competitividade entre os profissionais, vez que essas competências não podem ser desempenhadas por robôs (por enquanto).

Diante disso, conforme pesquisa publicada na Revista Você S/A, as empresas priorizam contratar profissionais que possuem essas 5 competências comportamentais que você vai conhecer neste artigo e desenvolver para colocar no seu currículo!

Nesta pesquisa, foram analisadas 288 páginas de estudos e relatórios nacionais e internacionais preparados por órgãos e empresas como Fórum Econômico Mundial Gartner, Capgemini e Falconi.

Juntas, essas instituições ouviram mais de 14 mil pessoas entre empregados e líderes e cerca de 1.000 empresas em 130 países. O resultado foi essa lista com 5 competências para o seu currículo chamar a atenção no mercado de trabalho.

Como você já vai descobrir, essas competências não são nada extraordinárias. Tratam-se de habilidades básicas e que podem ser desenvolvidas por qualquer pessoa, com os esforços e estímulos certos.

Confira agora cada uma das 5 competências para você desenvolver e tornar o seu currículo atrativo no mercado de trabalho:

1. Comunicação

Comunicação é uma das primeiras habilidades que desenvolvemos ainda recém-nascidos. Logo aprendemos que, ao sentir fome, se chorarmos, seremos alimentados.

Ainda na infância, aprendemos a falar. Logo em seguida, nos ensinam a ler e a escrever. Após a alfabetização, continuamos aprendendo as habilidades da escrita e leitura durante toda a formação escolar.

No entanto, pouco nos ensinam sobre a arte da comunicação eficaz. Aprendemos a expressar nossas ideias apenas para responder questões em provas.

A comunicação é uma habilidade bastante negligenciada pela educação formal e muito valorizada no mercado de trabalho.

Além da importância dessa habilidade na vida pessoal, pois relacionamentos necessitam de comunicação de qualidade, comunicar-se de maneira eficaz otimiza também no aspecto profissional.

Assim, diante da absurda quantidade de informações a que estamos expostos diariamente, nossa fala precisa ser assertiva, objetiva e sem erros para melhor compreensão. A Escuta deve ser ativa e sem distrações.

Além do mais, ter uma comunicação instigante e motivante é um grande diferencial. Para tanto, é interessante aprender sobre storytelling, gatilhos mentais de PNL, técnicas para apresentar conteúdos de forma narrativa e por aí vai.

Comunicar-se bem é uma arte. Ainda que o talento ajude, somente com esforço e estudo é que você será capaz de desenvolvê-la.

Se você tem dúvidas sobre como anda sua comunicação, sugiro que faça os seguintes questionamentos:

  • As pessoas costumam entender seus e-mails, ou você normalmente precisa de mais de um para ser compreendido?
  • Qual é a média do tempo das ligações que você faz para solicitar informações ou tarefas?
  • Você consegue expressar com clareza uma ideia complexa em pouco tempo ou se perde em meio às explicações?

Ao analisar esses pontos, você terá uma noção de como anda sua capacidade de comunicação.

Tenha em mente que um bom comunicador é capaz de decodificar e traduzir uma ideia, um conceito ou um evento de forma que o maior número de pessoas possível consiga compreendê-los.

Para isso, é preciso ser sucinto e objetivo, ter ideias claras, usar palavras de fácil compreensão, entender com quem você está se comunicando antes de transmitir a mensagem e conseguir se adaptar a diferentes audiências.

Para mais dicas, leia nosso artigo: Como desenvolver uma comunicação eficaz e levar uma vida livre de ruídos.

2. Resolução de Problemas

Foto de uma pessoa descascando um pepino com um instrumento cortante.
Você é bom em descascar pepinos? (Crédito imagem: Freepik)

Quer competência mais útil do que a de saber descascar pepino?!

Para quem não sabe, “descascar pepino” é uma expressão usada quando se deve resolver algum problema grave.

Essa competência de resolução de problemas, trata-se da capacidade de lidar com situações anormais, atípicas e conflituosas e conseguir desfechos favoráveis ou, no pior dos casos, amenizar danos.

Trata-se, também, da competência de saber tomar decisões sem esperar ordens de outras pessoas. É ter independência, correr riscos e assumir responsabilidade.

Ainda, refere-se à maneira de encarar as dificuldades. Você costuma encarar as dificuldades como oportunidades de aprendizado? Ou prefere reclamar?

Para desenvolver essa competência e colocá-la em seu currículo, você precisa ter capacidade analítica e disciplina para seguir os processos de resolução, mantendo a calma diante das mais diversas e assustadoras situações.

Uma forma de aprimorar essa competência é ter pleno conhecimento de toda a situação ao seu redor, saber como a operação da empresa funciona e o que é crítico para o negócio. Assim você consegue tomar melhores decisões e resolver problemas.

Uma forma de fazer isso é aproximar-se mais dos colegas das outras áreas, pedindo e oferecendo ajuda.

Essa troca de conhecimentos permite que tanto você, quanto os demais, estejam alinhados com a realidade de diferentes setores e consigam compreender melhor as demandas da companhia, auxiliando na solução de problemas.

3. Atenção aos detalhes

Estamos ficando cada vez mais imediatistas, práticos, querendo que as coisas sejam feitas da maneira mais rápida possível.

Basta analisar o sucesso que o conceito de fast food faz entre nossa geração. Não só em relação à comida, hoje em dia serve para tudo: quanto mais fast, melhor.

Porém, esse ritmo fez com que o olhar detalhista se tornasse algo raro. Por isso, quem tem a capacidade de olhar tudo no detalhe ganha valor.

Uma visão mais detalhista auxilia na capacidade de argumentação e na descoberta de soluções.

Ao realizar tarefas, preocupe-se com o todo: por que você está fazendo aquilo? Para que servirá? Qual a intenção?

Atente-se para que o objetivo geral seja alcançado, não apenas em fazer o que lhe foi designado.

Quando receber instruções, anote os detalhes e faça perguntas para descobrir o maior número de informações que puder sobre aquilo.

Faça e revise. Seja um e-mail, uma apresentação ou uma ligação (repasse na sua cabeça o assunto que deve ser tratado antes de ligar, faça um roteiro, assim você não esquece de resolver nada do que era preciso).

4. Pensamento Digital

Foto de uma mulher usando um celular e um computador, demonstrando ter pensamento digital
Você usa a tecnologia a seu favor? (Crédito imagem: Firmbee.com em Unsplash)

Na pesquisa que mencionei no início deste artigo, metade das companhias disseram que o GAP do talento digital aumentou nos últimos anos.

As consequências dessa carência atingem tanto as organizações, que temem perder competitividade, quanto os profissionais, que ficam ansiosos para possuir habilidades digitais.

O pensamento digital não se refere somente a conhecimentos de Tecnologias como Big Data e Inteligência Artificial. Isso pode até fazer parte do pacote, contudo, o mais importante está em ter uma mente aberta para o novo.

Você precisa aprender a usar a tecnologia a seu favor, não entendê-la como uma concorrente, uma inimiga.

5. Poder de Adaptação

Essa competência pode ser encarada como uma chave. Se você consegue se adaptar facilmente, desenvolver as outras competências aqui mencionadas será tarefa fácil para você. O famoso “mamão com açúcar”.

A adaptabilidade se mostra essencial para trabalhar bem no presente e para pensar no futuro.

“Esse poder é fundamental para construir uma carreira com êxito em qualquer cenário, diz Silvio Dulinsky, do Fórum Econômico Mundial.

A reação natural do ser humano é a resistência à mudança. Quando algo desconhecido é posto à nossa frente, automaticamente recuamos ou ficamos na defensiva.

Todavia, ser capaz de encarar o novo, desbravar o desconhecido e aprender coisas novas é uma das competências responsáveis por nossa sobrevivência e evolução.

“Trata-se de um ciclo natural, do qual a surpresa, o medo e a negação fazem parte. A questão é acelerar esse período para se adaptar o mais rápido possível”, afirma José Augusto, da LHH.

As mudanças vão acontecer, quer você queira, quer não. A única coisa que está ao seu alcance é desenvolver essa competência de se adaptar.

“O principal ponto é entender que a transformação é inevitável para, assim, poder acompanhá-la”, diz Roberta da Falconi.

Quer aprender como melhorar sua competência de adaptação? Leia nosso artigo: Adaptação em 11 passos: aprenda a lidar com mudanças de maneira positiva e produtiva.

Antes de terminar, um aviso...

Desenvolver as 5 competências listadas neste artigo é uma forma de se destacar no mercado de trabalho.

No entanto, você deve ter cuidado ao colocar tais competências em seu currículo.

É interessante que você demonstre essas aptidões através de histórias curtas.

Coloque no final do seu currículo uma sessão de “outras informações” ou até mesmo “competências comportamentais” e relate experiências nas quais você demonstrou possuí-las.

Em nosso site, temos uma sessão inteira de artigos sobre Soft Skills, vale a pena conferir!

Agora você já sabe quais são as 5 competências para seu currículo atrair atenção no mercado de trabalho. Continue lendo nossos artigos e aprenda como desenvolver as principais habilidades da Nova Era!

Baixe grátis:9 dicas poderosas para melhorar seu intelectoConfira 9 dicas realmente eficientes para melhorar o seu intelecto! Descubra como ser mais inteligente adquirindo os hábitos certos e fazendo simples mudanças no seu comportamento.BAIXAR AGORA
Capa eBook
Continue aprendendo
Educação tradicional em xeque: ainda vale a pena fazer faculdade no Brasil?

A Educação tradicional está com os dias contados? Ainda vale a pena fazer faculdade? Descubra o que dizem as estatísticas sobre a realidade do Brasil.

Comportamento
Aprenda a fazer um Plano de Estudo que realmente funciona

Plano de estudo só é eficiente se você conseguir segui-lo. Descubra como fazer seu próprio plano de estudo e conheça os melhores aplicativos que podem te ajudar!

Estudos